MULTESCRITA SOLUÇÕES EM CONTABILIDADES TEL; 73 3242 2227 CEL; 9198 1273

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Quando a Terra se encherá do conhecimento da Glória de Deus?

“Em Sião, o Monte Sagrado, não acontecerá nada de mau ou perigoso, pois a Terra ficará cheia do conhecimento da glória do Senhor, assim como as águas enchem o mar.” Is 11:9 (NTLH)
“Ninguém fará nenhum mal, nem destruirá coisa alguma em todo o Meu Santo Monte, pois a Terra se encherá do conhecimento do Senhor, como as águas cobrem o mar.” Is 11:9 (NVI)
A palavra do Senhor mostra que, assim como as águas cobrem o mar, a Terra se encherá da Glória de Deus; esse dia será o “dia” no qual veremos a consolidação do Reino de Paz, o governo do Descendente de Davi, ou seja, a volta de Jesus.  Mas quando isso acontecerá? Quando a Terra se encherá da Glória de Deus? Quais os requisitos necessários para tal evento?
Quando, enfim, abandonarmos nossa natureza pecaminosa.
Nós sempre afirmamos ter uma vida saudável com Deus. Todavia, infelizmente, em muitos casos não passa de aparência. Nossas vidas não condizem com o padrão desejado por Deus para nós. Nossos pecados, desobediência e descaso para com nossa vida espiritual impedem a manifestação da Glória do Senhor em nós.
Precisamos buscar ser Sal e Luz, transformando o mundo pela renovação do nosso entendimento para que a Glória do Senhor se manifeste em nossas vidas (Mc 8:34). É necessário viver esse amor que tanto dizemos sentir, usufruir da intimidade que afirmamos ter, pois a Glória do Senhor virá quando formos um em Cristo.
Quando nos tornamos verdadeiros cristãos.
Jesus revolucionou o mundo em três anos de ministério. Seus ensinamentos têm transformado vidas até hoje. Sua linguagem, seus mandamentos e seu legado se estenderão de geração em geração.
E nós? Temos mudado o “mundinho” ao nosso redor?! Quais são os nossos frutos com 5, 10, 40 anos de crentes? Será que nossas vidas de “cristãos” condizem com a realidade do termo?
Ser cristão significa muito mais que um simples termo religioso! Cristão vem do  grego Cristianus = “pequenos Cristos”, ou seja, somos “Cristinhos”. Mas temos vivido como similares dÊle?? Assim como Paulo nos orienta a seguir seu exemplo de Imitador de Cristo, façamos também! Pois se faz necessário deixarmos de ser religiosos, abandonarmos o legalismo e todas as suas mentiras e mandá-lo ao inferno, junto com seu criador, Satanás. Para enfim vivermos um Cristianismo genuíno; conforme o Reino de Deus (At 5:42) (Sermos Igreja com “I” maiúsculo).
Quando retornarmos ao centro da vontade de Deus
Para sabermos como voltarmos ao centro da vontade de Deus, precisamos entender que para isso acontecer é necessário sermos servos. Ser servo de Deus significa nada mais, nada menos que estar ao Seu serviço. Cumprir o Seu Querer.
Fomos criados à Sua Imagem e Semelhança para manifestar sua Glória. Entretanto, com a entrada do pecado na Terra, nos afastamos desse propósito.
Ao aceitarmos Jesus, retornamos ao Éden, ao propósito inicial. Somos capacitados desde o novo nascimento a fazer a Vontade de Deus que nos é implicitamente registrada em Mt 28:19-20; ou seja, só estamos aqui para anunciar a Glória de Deus e Sua Salvação em Cristo Jesus!
Fomos escalados, preparados para tal missão. A vontade do Senhor é que todos reconheçam Sua Glória, e a tarefa de anunciá-la é nossa.
A Terra só se encherá do conhecimento da Glória de Deus quando nos conscientizarmos de que como crentes, como Igreja, nos configuramos em responsáveis pela anunciação desse Reino de Paz que brevemente virá. A Palavra diz que todo joelho se dobrará e toda língua confessará que Jesus é o Senhor. Espero em Cristo ver sua noiva regozijante por ter anunciado esse dia, e pronta para entrar no gozo do Seu Senhor, trazendo em suas mãos os feixes da colheita.
Voltemos, pois, ao centro da vontade de Deus e vivamos de acordo com o Seu Querer para que a Sua Glória seja vista em nós, até o dia em que ela possa se manifestar ao mundo e o encha, assim como as águas cobrem o mar.
Miss. Luan Allmeidah

Nenhum comentário: